Ativa sobe preço-alvo da Petrobras: ‘dividendos serão grande demais para ignorar’

Ativa sobe preço-alvo da Petrobras: ‘dividendos serão grande demais para ignorar’

A Ativa Investimentos elevou o preço-alvo das ações preferenciais (PN) da Petrobras de R$ 38 para R$ 41, com a recomendação de compra mantida, incorporando os resultados do primeiro trimestre e o forte montante em dividendos a ser pago pela companhia.

“Mesmo com a efervescência política, os dividendos serão grande demais para ignorar”, comentam os analistas Ilan Arbetman e Tadeu Lourenço, reforçando que a companhia reportou resultados fortes de janeiro a março.

Segundo eles, a capacidade de geração de caixa atual da Petrobras, a posição de dívida equalizada e a intenção em remunerar o investidor por trimestre são motivos para enxergarem uma relação entre risco e retorno positiva em seus papéis.

A equipe da Ativa destaca que, no aspecto financeiro, a Petrobras vem trabalhando de forma consistente negociando dívidas e mantendo o nível de alavancagem perto de uma vez o Ebitda, além de reforçar que a sua dívida bruta foi reduzida em 74% desde o primeiro trimestre de 2014.

Ontem, os papéis PN da Petrobras fecharam em queda de 1,61%, negociados a R$ 33,61 na B3, enquanto os ordinários caíram 2,23%, a R$ 36,85.

Com conteúdo VALOR PRO, o serviço de informação em tempo real do Valor Econômico

administrator

Related Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *