Prefeito vistoria obras do Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus

Prefeito vistoria obras do Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus

O prefeito Elinaldo Araújo visitou, na manhã desta terça-feira (26/5), as obras do Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus, que está sendo montado no antigo Hospital da Mulher, localizado no bairro Parque Verde I. O serviço de adequação da estrutura está na fase final, com a organização da mobília e montagem dos aparelhos hospitalares. A previsão é que esteja em funcionamento até a próxima segunda-feira (1º/6).

O Centro ofertará 20 leitos de enfermaria divididos por alas feminina e masculina, uma sala vermelha de estabilização de paciente crítico, além de outros ambientes estruturados que possibilitam a ampliação da capacidade em até 100%, caso seja necessário. De forma preventiva, o governo municipal tem investido em equipamentos desta natureza, especializados no tratamento da doença, ampliando as chances de sobrevivência e cura dos pacientes que apresentarem quadro sintomático que exija internamento.

Durante a vistoria, o gestor municipal constatou a evolução dos serviços e reafirmou o compromisso de continuar preparando e fortalecendo o sistema municipal de saúde para atender a população durante a pandemia da Covid-19. “Graças a Deus está quase pronto e vamos entregar dentro de poucos dias. É mais uma importante iniciativa com o objetivo de garantir o atendimento adequado aos pacientes infectados. Juntos, vamos vencer essa batalha contra o coronavírus”, declarou.

O secretário de Saúde, Luiz Duplat, também acompanhou a visita ao equipamento e falou sobre o perfil do público-alvo do Centro Intermediário. “Esse local é destinado a receber os pacientes regulados pela nossa central de leitos. Haverá uma UTI [Unidades de Terapia Intensiva] móvel exclusiva para este transporte e médico regulador 24 horas para liberar esses leitos”, afirmou.

A diretora da Média e Alta Complexidade e Atenção Hospitalar da Secretaria de Saúde, Elaine de Oliveira, explicou que o funcionamento no centro será ininterrupto e no modelo operacional “porta fechada”. “Os cidadãos que precisem de internamento hospitalar poderão ser encaminhados pra cá. Se for paciente com perfil de UTI, irá para o Centro Intensivo, que está funcionando desde abril. Se a necessidade for de leito de enfermaria, virá para o Centro Intermediário”, informou.
A diretora de Avaliação e Controle do SUS, Elba Brito, e o vereador e ex-secretário da Saúde, Elias Natan, também participaram da vistoria às obras.