Prefeitura analisa resultados das operações de fiscalização em reunião

Prefeitura analisa resultados das operações de fiscalização em reunião

Nesta segunda-feira (15/6), as equipes que integram as ações de Fiscalização de Enfrentamento ao Coronavírus e da Operação Toque de Recolher realizaram uma reunião para avaliar os resultados da aplicação das medidas ao longo das últimas semanas na sede e costa de Camaçari. O encontro ocorreu na Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur).

Na oportunidade, foram observados os números de ocorrências registradas de 8 a 14 de junho. De acordo com o relatório apresentado, a poluição sonora segue com o maior número de reclamações com 188 notificações, em segundo lugar estão as denúncias referentes ao funcionamento de atividades não essenciais com 50 solicitações, além de 31 reclamações sobre estabelecimentos com serviços essenciais e três queixas sobre a realização de eventos esportivos. Por conta da prorrogação do toque de recolher até o dia 22 de junho, as ações ganharam um novo reforço a participação direta da Polícia Civil.

O coordenador da Força Tarefa e diretor-superintendente da STT, coronel Alfredo Castro, explicou como tem sido efetuado o monitoramento desses quantitativos. “Os fiscais realizam esses registros diariamente e a partir desses dados, e também das ligações dos cidadãos conseguimos mensurar cada situação. Temos trabalhado diariamente para garantir o bem-estar da população”, salientou.

Ainda segundo o documento, foram fiscalizadas 125 residências; 53 estabelecimentos comerciais; 28 bares; identificação de 33 grupos com aglomerações de pessoas, dentre outras situações. Ao todo, houve registro de 272 denúncias referente ao descumprimento dos decretos municipais.

“Tem sido muito positivo a integração entre todos os órgãos da gestão, com as guarnições das polícias Militar e Civil. Essa parceria tem sido fundamental para que possamos continuar de maneira cada vez mais assertiva no combate ao coronavírus e proteger a vida dos nossos munícipes”, observou o secretário de Governo, José Gama Neves.

Para aprimorar o planejamento das ações, também foram observados os demonstrativos com o número de denúncias recebidas por meio do canal de atendimento “Alô Sedur”. Os dados são referentes ao período de 10 de março até 1º de junho, com 2.507 ligações, tendo sido apresentada por dia da semana, horário e mês. Conforme as informações, o maior número de chamadas ocorre principalmente às sextas-feiras, sábados e domingos, no período noturno.

Para o superintendente de Ordenamento e Fiscalização (Suofis), Pedro Cezar Archanjo, a participação da população torna-se fundamental na efetivação das denúncias. “É importante sempre frisarmos que os munícipes colabore ficando em casa e ao observar o descumprimento das normativas deve efetuar a denúncia”, destacou. As reclamações podem ser feitas das 8h às 23h, qualquer dia da semana, através do 0800 284 6734.

Também participaram da reunião, o tenente-coronel Gabriel Neto, do 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM) e a delegada da 18ª Delegacia Territorial de Camaçari, Thaís Siqueira. As medidas têm o intuito de garantir a permanência do isolamento social para diminuir o crescimento da curva de contaminação pelo vírus na cidade.