Sedes promove Temporada da Diversidade e Cultura com lives para o público LGBTQI+

Sedes promove Temporada da Diversidade e Cultura com lives para o público LGBTQI+

Junho é considerado o mês da diversidade, época em que o movimento LGBTQI+ sai às ruas em vários municípios brasileiros para reivindicar cidadania e direitos pela luta contra a homofobia. Pensando em proporcionar um espaço de conhecimento e debate para pessoas, sociedade civil organizada e órgãos governamentais, a Secretaria do Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), promove através do SOMA – Núcleo de Políticas Públicas de Cidadania e Direitos de LGBTQI+, a Temporada da Diversidade e Cultura LGBTQI+.

O evento tem formato digital atendendo as orientações do distanciamento social por comta da pandemia da Covid-19, e visa abordar, através da LGTQI+ Live, questões relacionadas ao público, com discursos e práticas em torno da família, saúde, educação, mídia, entre outros assuntos. A programação conta com quatro lives, que serão transmitidas através do Instagram da pasta (@sedes_camacari) a partir o dia 22 de junho, sempre às 18h.

Confira a programação:

22/06 – Live “Narrativa e Compreensão Jornalística para o público LGBTQI+”; com Genilson Coutinho, editor-chefe e fundador do site Dois Terços, voltado para o público LGBT+ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros).

26/06 – Live “Saúde Mental – Depressão, ansiedade e o risco de suicídio”, com Washington Luan, psicólogo, atualmente é mestrando no Programa de Mestrado Profissional de Saúde da População Negra e Indígena da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Coordena a Comissão de Direitos Humanos no Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03) e também é conselheiro da atual gestão do CRP-03.

29/06 – Live “A população LGBTQI+ e as políticas de Educação”, com Matteus Freitas, mestre em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Especialista em Modelagem e Ciências da Terra e do Ambiente, e licenciado em Geografia pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Atua em pesquisas na área de geografia, gênero e sexualidades com enfoque em travestilidades; abordagens culturais das dinâmicas socioespaciais em comunidades pesqueiras e quilombolas; e análise socioambiental no semiárido.

30/06 – Live “Os movimentos voltados para o público LGBTQI+ em Camaçari”, com Paulo Paixão e Danili Magalhães, militantes atuantes nas causas LGBT no município.