Requalificação do Centro Histórico é realidade em Camaçari

Requalificação do Centro Histórico é realidade em Camaçari

Uma obra estruturante que vai modificar o dia a dia da cidade, trazer mais vida, além de promover uma transformação profunda na sede do município. Essa é a proposta do Projeto de Requalificação do Centro Histórico de Camaçari, que compreende intervenções em quatro imóveis localizados no Centro da cidade, são eles: o cineteatro, o antigo Arquivo Público Municipal, a estrutura física do velho terminal de transbordo da linha férrea e o camelódromo.

A intervenção, que se materializou na gestão do prefeito Elinaldo Araújo, é um desejo antigo da população camaçariense. O pontapé inicial para a revitalização e requalificação ocorreu no ano passado, com as obras de edificação do Museu da Cidade, que está sendo erguido no prédio onde, nos últimos anos, funcionou o Arquivo Público Municipal e já foi sede da primeira prefeitura da cidade. Paralelo a isso, a reconstrução do cineteatro também está acontecendo.

Quando inaugurado, o Museu da Cidade será destinado às exposições, reuniões e pesquisas, composta por áreas técnicas, acervos, biblioteca, auditório, sala de atendimento ao público e áreas de apoio (sanitários, copa e almoxarifado). A obra encontra-se em andamento, com aproximadamente 40,5% das intervenções previstas concluída. No local são executados os serviços de alvenaria, chapisco e reboco, além de instalação de estrutura metálica de cobertura.

Já o cineteatro será um equipamento destinado a eventos artísticos, reuniões e exposições, cujo projeto compreende a construção de uma ampla área com poltronas, palco, bilheteria e cafeteria, além de sanitários e salas de apoio. A reestruturação do espaço está em andamento com serviços de fundação. Em torno de 11,30% da intervenção a ser executada está finalizada.

Recentemente ocorreu a assinatura, junto à empresa especializada que irá executar as intervenções, do contrato de reforma e revitalização da histórica estação de trem, localizada na Avenida Eixo Urbano Central. O próximo passo dessa etapa é a assinatura da ordem de serviço para dar início às obras propriamente ditas, o que deve acontecer assim que seja cessado o estado de calamidade pública na cidade, decretado em decorrência do novo coronavírus.

De acordo com a concepção do projeto, essas edificações estarão interligadas por um grande calçadão, que irá valorizar ainda mais esses prédios públicos, promovendo e preservando a memória, a identidade e o patrimônio do povo de Camaçari.

A realização das intervenções é fruto do convênio entre o Ministério do Turismo e a Prefeitura de Camaçari, por intermédio da Secretaria da Cultura (Secult), no valor de aproximadamente R$ 1 milhão. A gestão e fiscalização dos serviços serão realizadas pela Secretaria da Infraestrutura (Seinfra).

FONTE: ASCOM CAMAÇARI