Prefeitura mantém três importantes centros comerciais no município

Prefeitura mantém três importantes centros comerciais no município

Camaçari possui três importantes centros comerciais, popularmente chamados de feira, que abastecem as famílias da sede, costa e zona rural do município. Os equipamentos públicos têm recebido atenção especial da gestão atual com serviços de reparo, manutenção e melhorias, que visam manter os espaços em pleno funcionamento, pois são o meio de subsistência de milhares de comerciantes, que detém da prefeitura a permissão para explorá-los vendendo variados tipos de artigos, a exemplo de alimentos e bebidas, hortifrutigranjeiros, peixaria, açougue, salão de beleza, vestuário, artesanato, artigos religiosos, eletroeletrônicos, utensílios domésticos, dentro outros.

Na sede do município, encontra-se o Centro Comercial de Camaçari (CCC), o maior e mais tradicional dos três. Com 19 anos de existência, a feira abriga 1,6 mil permissionários. Passam diariamente pelo local, cerca de 60 mil pessoas. Em 2017, atendendo as orientações do Ministério Público, o equipamento passou por uma série de melhorias visando garantir o bom funcionamento para os feirantes e clientes.

Entre medidas atendidas estão: manutenções nas áreas de higiene e elétrica, combate a incêndio, segurança pública, ordenamento, vigilância sanitária, e condições de risco. Ainda neste período, a prefeitura realizou a construção do calçadão, que abrigou mais 75 novas barracas, além da montagem do sistema de combate a incêndio, restauração dos banheiros coletivos e das escadas metálicas da área externa, reforma do chafariz, e desobstrução da rede de esgoto. Desde então, a feira tem passado por serviços de conservação preventiva constantes.

Na costa de Camaçari, a população é abastecida pelos centros comerciais situados nas localidades de Monte Gordo e Barra do Pojuca. Equipamentos esses que fornecem para os moradores da orla e zona rural do município os mesmos tipos de artigos que a feira da sede.

Com 20 anos de existência, o Centro Comercial de Monte Gordo abriga 130 permissionários. Passam diariamente pelo local, aproximadamente, 2,5 mil pessoas. A requalificação do espaço e a reforma geral da Praça Conselheiro Rafael Vieira, já foram aprovadas pela Câmara de Vereadores, e apresentada aos comerciantes.

Após a intervenção o equipamento ocupará uma área de 8.700 metros quadrados, dos quais, 4.400 serão ocupados pelo mercado propriamente dito, e o restante, pelo estacionamento e praça. O local, que vai abrigar estrutura para cerca de 130 comerciantes, tem o intuito de oferecer melhores condições de trabalho para os licenciados e de compras para os clientes, tanto do ponto de vista de ordenamento quanto de estrutura, conforto e segurança. Enquanto a reforma não acontece, diversos serviços de reparos e manutenção da estrutura física, e das redes elétrica e hidráulica, bem como limpeza do espaço, são realizados com frequência.

O Centro Comercial de Barra do Pojuca existe há mais de 15 anos. A feira abriga 62 permissionários. Transitam pelo lugar em torno de 1,5 mil pessoas, por dia. A estrutura dispõe de dois espaços distintos: um que abriga 40 boxes comerciais e duas praças de alimentação, com capacidade para mais de 200 pessoas em uma das estruturas; e outro que fica anexo, e é composto por 22 pontos de vendas. Com frequência o local passa por reparos, serviços de manutenção da estrutura física, na rede elétrica, hidráulica e de limpeza.

FONTE: ASCOM BRASIL