Cidade do Saber promoveu inclusão de mais de 100 mil alunos em dois anos

Cidade do Saber promoveu inclusão de mais de 100 mil alunos em dois anos

Nos últimos dois anos, a Cidade do Saber (CDS) atendeu, com a oferta gratuita de atividades socioculturais e esportivas, aproximadamente 106 mil alunos. No complexo, foram realizados 116 cursos e oficinas. Mantida pela Prefeitura de Camaçari, o investimento anual na instituição é por volta de R$ 6 milhões.

Neste período, foram ofertados 101 cursos e oficinas nas áreas musical, cultural, artística e de idioma, além de 15 nas modalidades esportivas. A maioria das atividades foi executada nas instalações do complexo. Os números mostram que a CDS está cumprindo o papel a que se propõe, que é promover a inclusão social da população mais carente do município, possibilitando que o público atendido desenvolva talentos, troque experiências e conhecimentos, resgate a dignidade e eleve a autoestima.

No entanto, visando ampliar o alcance das atividades ofertadas, além de atender um maior número de pessoas, a Cidade do Saber, através das secretarias da Educação (Seduc), de Esporte, Lazer e Juventude (Sejuv), e da Cultura (Secult), descentralizou o atendimento e beneficiou mais de mil moradores dos bairros Lama Preta, Phoc III, Vila de Abrantes, Ponto Certo, Verdes Horizontes, Mangueiral, Burissatuba, do Residencial Algarobas e Arsenal, além dos idosos frequentadores do Centro de Convivência da Pessoa Idosa de Camaçari (Conviver).

Dentro do perfil dos alunos atendidos nos últimos dois anos, a faixa etária está entre crianças de seis anos a pessoas idosas com 60 anos. Desse público, 62% é do sexo masculino e 38% do feminino, e a maioria é residente da sede do município. Entre as redes de ensino, 46% do público atendido são da rede municipal. No que diz respeito à renda familiar, 56% ganha até um salário mínimo.

Além dos cursos e oficinas ofertados, a CDS implantou produtos socioculturais, a exemplo do Conservatório de Música, com a Orquestra Jovem; a TV Camaçari Cultura; a Cia Camaçari de Dança, com a proposta de inserção das comunidades; e a Cia Camaçari de Teatro, com a proposta de transformação sociocultural.

Com área total de 22 mil metros quadrados, a estrutura física do complexo ocupa 11 mil metros quadrados de área construída. São dois prédios; um ginásio poliesportivo; uma piscina semiolímpica; 17 salas de formação; quatro auditórios; uma sala multiuso; duas salas de dança; três salas de artes marciais; uma sala de oficina de teatro; um laboratório de informática; além do estúdio da TV Camaçari Cultura, com uma sala de edição; o Laboratório de Tecnologia de Camaçari (LabTec); o Museu ÚNICA; o Memorial do Polo Industrial de Camaçari; o Núcleo de Orientação Cultural (NOC); o Teatro da Cidade do Saber, que é o segundo maior, em capacidade, de todo o estado da Bahia, com a oferta de 568 lugares; e espaços dedicados à Secult, Seduc e Sejuv.

Na atual gestão, a Secult, pasta que faz o gerenciamento das ações da CDS, em conformidade com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, assegurados no Brasil através da Constituição Federal, implementou o Cultura Todo Dia, programa autorizado pela Lei Municipal n.º 1.520, de 27 de dezembro de 2017, definido e regulamentado em Camaçari através da Portaria número 021/2019.

O programa tem como premissa básica promover o direito e o acesso à cultura como uma forma de propagação e fomento da cultura popular brasileira, respeitando a existência dos grupos de cultura popular de Camaçari, e promovendo a valorização do patrimônio cultural imaterial do município.

FONTE: ASCOM CAMAÇARI