Com ‘home office’, governo economiza R$ 691,9 milhões

Com ‘home office’, governo economiza R$ 691,9 milhões

O trabalho remoto dos servidores públicos federais durante a pandemia de coronavírus resultou em uma economia de R$ 691,9 milhões aos cofres públicos de abril a julho deste ano. É o que informou na quinta-feira 3 o Ministério da Economia. Conforme a pasta, os valores são calculados em comparação com a média mensal desses gastos em 2019. Somente em diárias, passagens e outras despesas de locomoção, a despesa evitada chegou a R$ 375,1 milhões naqueles quatro meses. Já a economia com a conta de energia elétrica dos órgãos públicos foi de R$ 211,4 milhões no período.

Além disso, o governo economizou R$ 71,097 milhões entre abril e julho com serviços de comunicação em geral. E R$ 26,6 milhões com a conta de água. O total gasto com cópias e reproduções de documentos foi R$ 7,6 milhões menor que a média do mesmo período de 2019. “O ministério tem observado reduções expressivas nas despesas de custeio nos últimos meses. E cada real economizado em gastos administrativos pode ser investido em áreas finalísticas”, observou, em nota, Cristiano Heckert, secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia.

FONTE: REVISTA OESTE