Bretas ordena bloqueio de R$ 237 milhões em bens de advogado de Lula

Bretas ordena bloqueio de R$ 237 milhões em bens de advogado de Lula

O juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, determinou o bloqueio de R$ 237,3 milhões do advogado Cristiano Zanin Martins, advogado do ex-presidente Lula, do PT.

A decisão tomada no dia 1º de setembro foi tornada pública no sábado, 19.

A ordem foi tomada no âmbito da Operação E$quema S, que apura tráfico de influência e desvios milionários das seções fluminenses do Sistema S.

Bretas também bloqueou R$ 32,1 mil do associado de Zanin, Roberto Teixeira, e outros R$ 237 mil do escritório de advocacia dos criminalistas.

A operação é baseada na delação premiada do ex-presidente da Fecomercio do Rio Orlando Diniz.

Advogados renomados no meio político são investigados. Entre os alvos está  Frederick Wassef, ex-advogado do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

Em entrevista à CNN Brasil, Zanin negou que tenha este montante e disse que foi feita uma construção pelo juiz Bretas para tentar constranger seu trabalho.

FONTE: REVISTA OESTE