Hyundai HB20 e Ford Ka zeram em novo teste de segurança do Latin NCAP

Hyundai HB20 e Ford Ka zeram em novo teste de segurança do Latin NCAP

A nova rodada de testes do Latin NCAP, órgão independente que avalia a segurança dos carros novos para América Latina e o Caribe, não foi nada bom para dois modelos vendidos e fabricados no Brasil, Ford Ka e HB20. Sob o novo protocolo de testes, ambos tiraram a pior nota possível: zero estrelas (de no máximo cinco).

No caso do Hyundai, o HB20 (tanto sedã quanto hatch) já tinha sido rebaixado recentemente – de quatro estrelas para apenas uma (proteção de adultos) na prova de impacto de lateral. A fabricante coreana até abriu uma investigação para analisar o ocorrido, mas até agora não divulgou o resultado da análise.

De acordo com a Hyundai, "não houve qualquer mudança na especificação das peças ou de qualquer item que possa afetar a segurança do HB20 desde seu lançamento até hoje. E o resultado "é, de fato, a consequência dos novos parâmetros aplicados, que são muito diferentes dos testes anteriores".

A marca coreana ainda ressalta que as novas referências de segurança propostas pelo protocolo 2020 de testes do Latin NCAP ainda não são mandatórias, segundo as regulamentações legais na América Latina. Mas que já vêm sendo estudadas pela como parte de seu programa regular de melhorias no HB20.

Já o Ford Ka, produzido em Camaçari (BA), vive uma montanha-russa de resultados. No primeiro, em 2017, o modelo zerou. No segundo, aumentou seu nível de segurança para três estrelas, e agora volta a piorar o desempenho, retornando ao patamar mais baixo.

Segundo o Latin NCAP, a "proteção oferecida para a cabeça e o pescoço do motorista e do passageiro dos dois carros foi boa. Porém a proteção de impacto frontal foi média, enquanto o impacto lateral apresentou proteção ruim para o tórax". E continua. “Já o teste de chicote cervical também mostrou desempenho ruim, e adicionado à ausência de controle eletrônico de estabilidade, como equipamento padrão, explica o resultado do modelo”, diz o comunicado, em uma avaliação de ambos os modelos.

Tanto HB20 quanto Ka foram avaliados no impacto frontal e lateral, chicote cervical e proteção de pedestres. O impacto de poste lateral não foi executado em nenhum desses veículos, pois eles não oferecem proteção lateral para a cabeça como padrão.

"O Ford Ka atende e excede os requisitos legais de segurança nos países onde é comercializado. No protocolo anterior do Latin NCAP, o mesmo veículo foi classificado com 3 estrelas. A Ford está trabalhando para adicionar equipamentos de segurança de série na linha Ka, como controle eletrônico de estabilidade e airbags laterais", afirmou a Ford em comunicado enviado à Autoesporte. Até o momento, a Hyundai ainda não se posicionou sobre a divulgação dos resultados negativos.

Ford Ka Latin zerou o primeiro teste, foi a três estrelas no segundo a agora voltou a zerar no novo protocolo — Foto: Divulgação

O que é o Latin NCAP?

O Latin NCAP é um órgão independente que avalia o nível de segurança dos automóveis vendidos na América Latina e Caribe por meio de crash tests. A intenção é não apenas alertar consumidores, mas provocar montadoras e governos, exigindo mais segurança e leis mais abrangentes em relação ao desenvolvimento de carros seguros.

“Esses resultados do Latin NCAP mostram mais uma vez como os fabricantes globais continuam a oferecer na América Latina e no Caribe baixos níveis de segurança padrão", escreve Stephan Brodziak, Presidente do Conselho de Administração do Latin NCAP.

FONTE: AUTO ESPORTE