Prefeitura realiza ação de desocupação no Morro da Manteiga

Prefeitura realiza ação de desocupação no Morro da Manteiga

No intuito de levar segurança, preservação do espaço público e conservação do meio ambiente, a Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), realizou na manhã desta terça-feira (16/3), uma ação, com apoio do 12º Batalhão da Polícia Militar e da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE/Caatinga), a fim de impedir a ocupação irregular no Morro da Manteiga.

De acordo com o superintendente, coronel Pedro Cézar Archanjo, o Morro da Manteiga foi tomado por um grupo de pessoas de fora da cidade. “A área pública foi tomada por pessoas que compõem o movimento Sem Terra e após recebermos essa informação realizamos um estudo técnico na última segunda-feira (15/3), quando foi identificado muitas ocupações irregulares, construção e até cercas que delimitam território”, contou o coronel.

Durante a intervenção, com a ajuda de maquinários, as equipes retiraram as estacas de marcação e bases já feitas no local. Ainda serão feitas outras operações no mesmo local com a finalidade de coibir futuras ocupações. Ao todo, 30 pessoas entre as equipes da Superintendência de Ordenamento e Fiscalização (Suofis) e da Secretaria dos Serviços Públicos (Sesp) atuaram na ação.  

O coordenador de Fiscalização de Uso e Ocupação do Solo e Meio Ambiente da Sedur, Abelardo Moraes, falou detalhes da operação. “Atuamos na retirada das cercas e na desocupação dos imóveis desabitados e remoção de cabanas feitas de lona, evitando qualquer possibilidade de confronto, pois apesar dos riscos e prejuízos ambientais, a área é pública e precisa estar desocupada”, disse.

Na área, os invasores já haviam cortado árvores, limparam o terreno e marcaram o território. A gestão salienta que se a invasão se consolidar, a área pode se tornar de risco. Ainda em oportunidade, o coronel Archanjo sinalizou que já existe um projeto da prefeitura para ser executado na localidade. “O projeto arquitetônico previsto para ser realizado nesta região já é um trabalho focado na visão da gestão, na aplicabilidade da preservação do meio ambiente”, disse ao acrescentar que “esta é uma das primeiras ações dessa gestão para retomarmos o que é do município”, finalizou.

FONTE: ASCOM CAMAÇARI