Secult informa mudanças em suas atividades por conta do coronavírus

Secult informa mudanças em suas atividades por conta do coronavírus

Em cumprimento ao estabelecido pelos decretos municipais de números 7311/2020 e 7312/2020, publicados na tarde desta segunda-feira (16/3) no Diário Oficial do Município (DOM) de nº 1372, diversas secretarias têm adotado medidas com o objetivo de evitar o contágio da população pelo novo coronavírus, reduzindo ou eliminando situações e ambientes com aglomeração de pessoas.

A Secretaria da Cultura (Secult) é uma delas, e atendendo a determinação suspendeu as aulas do complexo Cidade do Saber, bem como as realizadas no Teatro Alberto Martins durante 15 dias. Ao final do prazo a pasta reavaliará a condição de Camaçari dentro do cenário pandêmico para definir se haverá prorrogação da suspensão das atividades.

A interrupção se estende também aos eventos provenientes de projetos desenvolvidos pela pasta, como o Cine Cultura 3D e os relacionados ao edital de cultura. No entanto, a Secult informa que as inscrições para o Kit de Cultura Popular que foi prorrogado até o dia 20 de março estão mantidas, uma vez que o fluxo maior de pessoas já ocorreu. Para isso, profissionais da Comissão Especial de Avaliação da Secretaria de Cultura (CEASC), responsável pela condução do processo, se encontram no setor para receber esse público. O horário de atendimento será mantido, das de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e 14h às 17h, sendo que no dia 20 de março das 9h às 12h.

A equipe do setor administrativo trabalha em esquema de rodízio para que o serviço não sofra interrupções, e a Cidade do Saber continue aberta. A secretaria aproveita o momento de suspensão das atividades do complexo para realizar a higienização dos prédios do complexo.

Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (17/3) a secretária Márcia Tude esclareceu a imprensa sobre as particularidades de funcionamento da pasta. “A gente considera que o decreto é uma decisão acertada do prefeito Elinaldo, que visa de fato proteger e cuidar da saúde da população. E em consonância aos decretos municipais já publicados, a Secult tomou medidas preventivas, como a suspensão das atividades culturais, educacionais e esportivas nos equipamentos como a Cidade do Saber, o Museu Única, os teatros Cidade do Saber e Alberto Martins, a Estação Cidadania Cultura (antigo Centro de Artes e Esportes Unificados no Phoc III), o Barracão Cultural de Arembepe, e nas bibliotecas Jorge Amado, na sede, e as localizadas em Vila de Abrantes e Barra do Pojuca”, disse a gestora da Secult.

Márcia Tude lembrou ainda que funcionários acima de 60 anos, grávidas e portadores de doenças crônicas foram recomendados a permanecerem em casa e que a secretaria está funcionando com capacidade mínima de atendimento. “A tendência é que funcione cada vez menos, que é exatamente para favorecer o isolamento social. Os relatos do que acontecem em outros países nos colocam em alerta, e nos mostram que esse é o caminho. O que nós queremos é passar por essa pandemia com tranquilidade, responsabilidade e seguindo as orientações do governo municipal”, concluiu.