Cesta de Páscoa será entregue a partir do dia 3 de abril

Cesta de Páscoa será entregue a partir do dia 3 de abril

Empenhada em garantir que os camaçarienses recebam a Cesta de Páscoa, na manhã desta sexta-feira (27/3), a gestão municipal traçou novas estratégias para a entrega do benefício. O prefeito, Elinaldo Araújo, se reuniu com os representantes das secretarias do Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), de Governo (Segov) e da Saúde (Sesau), para estabelecer uma nova data de distribuição dos kits, que terá início no dia 3 de abril. O encontro aconteceu no gabinete da Segov.

A nova logística tem a finalidade de evitar aglomeração de pessoas. Todos os beneficiários que atendem aos critérios estabelecidos receberão o benefício em sua residência. No entanto, não será necessário apresentar o cupom. A ação contará com o apoio da Coordenação de Eventos, que montará uma equipe de locutores para orientar a população, da melhor maneira possível, com o auxílio dos carros de som.

“O mais importante neste momento é que esses alimentos cheguem aos lares das famílias que mais necessitam. Nós temos esse compromisso e a missão de fazer com que a entrega seja feita da maneira mais tranquila, sem que ninguém seja prejudicado. Peço que a população tenha muita calma neste momento”, ressaltou o chefe do executivo, Elinaldo Araújo.

A secretária do Desenvolvimento Social e Cidadania, Andréa Montenegro, reforçou a importância das pessoas aguardarem em suas casas pela cesta. “Estamos enfrentando uma situação bastante delicada por conta da pandemia que está afetando o mundo inteiro. Compreendendo o quanto esses alimentos fazem a diferença na vida da população, buscamos os melhores caminhos para que ninguém fique desassistido”, explicou a gestora.

No decorrer da reunião, o prefeito também aproveitou para anunciar que 55 mil auxílios-alimentação serão entregues às pessoas que ainda não estão cadastradas em nenhum programa de benefício socioassistencial. Sendo que 35 mil serão destinadas aos alunos atendidos pela rede pública municipal de ensino e 20 mil para os demais cidadãos em situação de vulnerabilidade social.

Em breve, o governo divulgará como funcionará o esquema completo da entrega das cestas.