Entrega de Dipirona em comprimido não é feita por falta de insumo para fabricação

Entrega de Dipirona em comprimido não é feita por falta de insumo para fabricação

O fornecedor do medicamento Dipirona sódica 500mg em comprimido, a empresa Prati-Donaduzzi, informou à Secretaria da Saúde de Camaçari (Sesau) que não tem previsão para entrega da compra de 489.500 comprimidos do medicamento, em virtude da falta de insumos importados da China para sua fabricação.

Em comunicado enviado no dia 2 de abril a empresa farmacêutica explica que, devido ao cenário da Covid-19 na China, muitos insumos utilizados na fabricação de medicamentos estão em falta. Entre eles, os necessários para fabricação da Dipirona Sódica 500mg em comprimido.

A Assistência Farmacêutica (AF) informa que no estoque há outras opções terapêuticas que podem ser receitadas pelos médicos em substituição, como o Paracetamol 500mg comprimido, Paracetamol gotas e Dipirona gotas.

De acordo com a AF o medicamento pode até faltar em todas as farmácias, uma vez que outras indústrias do segmento estão em atraso de produção por falta de matérias primas importadas da China.