Defesa Civil emite alerta para fortes chuvas

Defesa Civil emite alerta para fortes chuvas

A quinta-feira (23/4) amanheceu chuvosa e de modo cautelar, a Prefeitura de Camaçari, através da Defesa Civil, órgão vinculado à Secretaria dos Serviços Públicos (Sesp), se mantém alerta e de plantão para atender qualquer chamado de emergência.

De acordo com o órgão, as pancadas de chuva sobre Camaçari deverão continuar nos próximos dias. Para esta quinta, a previsão é de muitas nuvens durante o dia, com períodos de tempo nublado e com chuva a qualquer hora. Já no fim de semana há linhas de instabilidade com risco de temporais, a temperatura fica com mínima de 24° e máxima de 28°, com ventos de 16 km/h.

A Defesa Civil do município emitiu um alerta e informou que houve alguns registros. No bairro Nova Vitória, na Rua Gandú, houve alagamento superficial sem gravidades. No Dois de Julho houve registro de erosão do solo, e no Phoc III, o órgão recebeu um chamado de rachadura, com desabamento em um dos cômodos da residência.

Para este último caso, a Defesa civil informou que está sendo elaborado um laudo e que este será encaminhado à Secretaria da Habitação (Sehab), para que providências cabíveis sejam adotadas.

Na tarde desta quinta-feira (23/4), as gestoras das secretarias do Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes) e da Habitação (Sehab), Andréa Montenegro e Vivian Angelim, respectivamente, se reuniram para tratar sobre o auxílio aluguel, benefício eventual que durante esse período de chuva terá caráter emergencial. Sendo concedido às pessoas que moram em casas com problemas na estrutura, atestado por meio de laudo técnico emitido pela defesa Civil, com o propósito de evitar colocar a vida dos moradores em risco.

A Defesa Civil acrescenta que não há até o momento registro de ocorrências de enchentes e/ou alagamentos. Para tanto, o coordenador Filipe Montenegro, responsável pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Camaçari (Compdec), chama a atenção da população para adotar alguns comportamentos que podem evitar acidentes nesse período.

“Estamos de prontidão para atender a todos os chamados, porém a prioridade está sendo para os casos de deslizamento de terra, desabamento, enchentes e alagamentos. Eu peço aos munícipes que não estacionem carros debaixo de árvores ou próximo de bueiros, e que não joguem lixo nas ruas para que as bocas de lobo não entupam”, concluiu o coordenador.

Qualquer situação de emergência pode ser informada através do número 199, do telefone fixo (71) 3622-7755, ou ainda por meio dos celulares (71) 99981-6341 e (71) 98113-0178, sendo este último do coordenador do órgão. O atendimento funciona em regime de plantão 24 horas.