Prefeito visita obras do novo Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus

Prefeito visita obras do novo Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus

Após saber que testou negativo para o coronavírus, suspeita que fez com que o prefeito Elinaldo Araújo suspendesse as atividades por quatro dias, o gestor municipal retomou sua agenda pública na tarde deste sábado (9/5). Mesmo com muita chuva na cidade, ele fez questão de visitar as obras do novo Centro Intermediário de Enfrentamento ao Coronavírus, que está sendo montado no antigo Hospital da Mulher, localizado no bairro Parque Verde I. O equipamento vai integrar a rede pública de enfrentamento à Covid-19 no município.

Realizada pela Prefeitura de Camaçari, por intermédio da Secretaria da Saúde (Sesau), as intervenções estão em fase de acabamento e a unidade deve entrar em funcionamento nos próximos dias. O diferencial deste equipamento para os demais implantados no município, que visam à atenção especial aos pacientes com a doença, é que nele será instalado um túnel de desinfecção, o que vai ampliar a segurança dos profissionais da saúde que lá atuarão.

Empenhado e comprometido com as medidas e ações que visam enfrentar à pandemia, o prefeito Elinaldo é só gratidão. Primeiro, por não ter contraído o vírus e poder dar continuidade às suas atividades depois dessa pausa forçada, e segundo, por saber que logo em breve Camaçari terá mais um equipamento de saúde totalmente dedicado a cuidar das pessoas acometidas pelo novo coronavírus. “Não podemos parar nesse momento tão delicado. O município e os moradores precisam do nosso trabalho e é por isso que fiz questão de vir aqui hoje acompanhar as obras. Esse será mais um equipamento que estamos montando para dar um atendimento adequado à população que contrair o vírus”, destacou.

O Centro será dividido por alas (feminino e masculino), com 20 leitos de enfermaria, uma sala vermelha de estabilização de paciente crítico, e demais ambientes estruturados que compõem uma unidade do porte. Com capacidade para ampliar em até 100%, caso seja necessário, o que corresponde a 60 leitos, lá serão atendidos casos intermediários em que o paciente esteja com quadro sugestivo ou confirmado da Covid-19, mas não pode fazer a quarentena no domicílio e precise ficar em observação.

O secretário da Saúde, Luiz Duplat, falou que a gestão municipal está torcendo para que a população não precise usar as estruturas de enfrentamento e combate ao novo coronavírus. “Contudo, estamos nos preparando e estruturando o município para o atendimento especializado”, informou o titular da pasta ao dizer ainda, que com a inauguração do espaço, Camaçari terá uma quantidade de leitos significativos para atendimento, entre Unidades de Terapia Intensiva (UTI), de semi-intensiva, de enfermagem e de recuperação,

O funcionamento no centro será ininterrupto, 24 horas por dia, todos os dias da semana. No entanto, a diretora da Média e Alta Complexidade e Atenção Hospitalar da Sesau, Elaine de Oliveira, informa que a unidade vai funcionar no modelo operacional “porta fechada”. “Ou seja, aqui, além de só receber casos moderados da doença, os pacientes encaminhados terão que ser regulados. Nas demais situações, a população deverá continuar buscando atendimento nas unidades de saúde do município”, reforçou.

O antigo Hospital da Mulher atualmente é o Instituto Médico e Cirúrgico da Bahia (IMC). As instalações, que está fechada desde setembro de 2018, foram cedidas voluntariamente pelos responsáveis e sem nenhum custo ao município.
Ainda participaram da visita às obras, a diretora de Planejamento da Sesau, Tamy Fonseca, a diretora de Avaliação e Controle do SUS, Elba Brito, e o vereador e ex-secretário da Saúde, Elias Natan.