Sesau realiza atualização do Cadastro do SUS nos Residenciais Algarobas

Sesau realiza atualização do Cadastro do SUS nos Residenciais Algarobas

A partir desta terça-feira (13/4) a Secretaria da Saúde (Sesau) de Camaçari realizará a atualização do Cadastro do SUS das famílias que residem nos Residenciais Parque das Algarobas. A ação ocorrerá gradativamente em todos os conjuntos habitacionais, a começar pelo Algarobas 3, que contará com equipe no local, até a sexta-feira (16/4).

Para evitar aglomeração, a atualização do Cadastro SUS dos moradores será dividida por dia e por blocos, das 8h30 às 12h, no Quiosque do Algarobas 3, conforme calendário abaixo:

Terça-feira (13/4): Bloco 1 ao Bloco 8
Quarta-feira (14/4): Bloco 9 ao Bloco 16
Quinta-feira (15/4): Bloco 17 ao Bloco 24
Sexta-feira (16/4): Bloco 25 ao Bloco 31

Na ocasião, o cidadão deve apresentar o comprovante de residência, CPF ou Cartão do SUS de todos os moradores da residência, inclusive crianças.

FONTE: ASCOM CAMAÇARI
Escolas passam por requalificação até o final do ano

Escolas passam por requalificação até o final do ano

Apesar da pandemia, a Prefeitura de Camaçari está preparando as unidades escolares para o retorno às aulas. Atualmente, 16 passam por requalificação, que devem chegar a mais 29 ainda este ano, somando 45. Os serviços para atender as escolas foram contratados em seis lotes, que somam um investimento de quase R$ 34 milhões.

Os serviços realizados pela Secretaria da Infraestrutura (Seinfra) nas escolas são de requalificação de coberturas, forros, sanitários, cozinha, instalações elétricas, hidráulicas e de esgoto, plano de eficiência energética com substituição de lâmpadas fluorescentes para LED, manutenção de esquadrias e pintura geral.

Pensando na volta às aulas, a Secretaria da Educação (Seduc) está tomando várias medidas para garantir a segurança dos alunos e servidores, como a preparação de layouts com localização das carteiras nas salas para que a distância entre os alunos seja mantida e a instalação de lavatórios nas entradas de todas as escolas.

Com início de obras entre o fim de julho e meados de agosto, atualmente recebem requalificação as escolas municipais: Angiolina Teixeira de Souza, Ilay Garcia Ellery, Conceição de Maria, Eustáquio Alves de Santana, Gravatá (CSTC), Professora Laurita de Souza Ribeiro, Rural Boa União, Giltônia Pereira de Souza, Barra do Jacuípe, Amélia Rodrigues e os centros educacionais, Yolanda Pires, Marcos Ivo Bona, Tancredo Neves e Barra do Pojuca. Além da Escola Municipal Denise Tavares e da Escola Professora Ilda Leal Ulm da Silva, que tiveram a ordem de serviço assinada na última semana pelo prefeito Elinaldo Araújo. Ainda passarão por requalificação, neste ano, as escolas municipais, Santo Antonio (Machadinho), Luís Pereira Costa, Padre Paulo Maria Tonucci, Professor Luís Rogério de Souza, Professor José Alan Ribeiro Paz, Parque Verde, do Natal, Maria José de Matos Conceição, Joana Angélica, Helena Celestino de Magalhães, Engº Ruy Bacelar, Félix Joaquim de Moraes, Alberto Ferreira Brandão, Cosme de Farias, Sônia Regina de Souza, Catu de Abrantes, Nossa Senhora Santana, de Sucupira, Professora Lídia Coelho Pinto, Aloísio de Oliveira, Santo Antonio do Jordão e São Salvador. Estão inclusos ainda os centros educacionais Hildebrando Lima Filho, Maria Quitéria, Anísio Teixeira, Reitor Edgard Santos, Monteiro Lobato e Marquês de Abrantes, além do Centro de Educação Municipal de Camaçari.

FONTE: ASCOM CAMAÇARI

 
PGR diz que Lava Jato não será prejudicada com saída de procuradores

PGR diz que Lava Jato não será prejudicada com saída de procuradores

A Procuradoria-Geral da República (PGR) afirmou hoje (28) que as investigações da Operação Lava Jato conduzidas pelo órgão não serão prejudicadas pela saída de quatro procuradores que faziam parte do grupo de trabalho criado para atuar nos processos. 

De acordo com a PGR, estava previsto que os procuradores Hebert Reis Mesquita, Luana Macedo Vargas, Maria Clara Noleto e Victor Riccely deixariam seus cargos e retornariam para seus órgãos de origem no dia 30 de junho. 

Em nota à imprensa, a procuradoria disse que o número de processos da Lava Jato sob a condução da PGR diminuiu após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que restringiu o foro privilegiado e enviou diversos casos para a primeira instância da Justiça. Dessa forma, o trabalho que antes era realizado pelos procuradores, que teriam deixado o cargo por discordâncias, será feito por assessores e membros auxiliares, sem prejuízo às investigações. 

“Os quatro procuradores integravam a equipe na gestão anterior [ex-procuradora Raquel Dodge]. Pediram desligamento e foram readmitidos na administração atual [Augusto Aras], a fim de auxiliar a coordenação da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF). Há cerca de um mês, uma das integrantes retornou à unidade onde está lotada e, na sexta-feira (26), outros três se desligaram, antecipando o retorno para as procuradorias da República nos municípios de origem, o que já estava previsto para ocorrer no próximo dia 30. Os profissionais continuarão prestando valorosos serviços às comunidades para onde retornarão”, diz a nota. 

A PGR também afirmou que “a Lava Jato não é um órgão autônomo e distinto do Ministério Público Federal (MPF)”. A colocação é feita após a força-tarefa da operação em Curitiba ter discordado de uma reunião na qual a subprocuradora-geral Lindôra Araújo, coordenadora da Lava Jato na PGR, solicitar informações sobre o atual estágio das investigações.

Para a procuradoria, o trâmite das ações da operação deve respeitar as regras internas do MPF. 

“A Lava Jato, com êxitos obtidos e reconhecidos pela sociedade, não é um órgão autônomo e distinto do Ministério Público Federal (MPF), mas sim uma frente de investigação que deve obedecer a todos os princípios e normas internos da instituição. Para ser órgão legalmente atuante, seria preciso integrar a estrutura e organização institucional estabelecidas na Lei Complementar 75 de 1993. Fora disso, a atuação passa para a ilegalidade, porque clandestina, torna-se perigoso instrumento de aparelhamento, com riscos ao dever de impessoalidade, e, assim, alheia aos controles e fiscalizações inerentes ao Estado de Direito e à República, com seus sistemas de freios e contrapesos”, declarou a PGR. 

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

 
Prefeitura dará início a construção de três alças no Viaduto da Cascalheira

Prefeitura dará início a construção de três alças no Viaduto da Cascalheira

Um dos principais acessos de ligação entre a sede e a costa do município, o Trevo da Cascalheira, que liga a Estrada da Cascalheira (BA-531) e a Via Parafuso (BA-535), passará nos próximos dias a receber a execução das obras de melhoramentos da interseção das rodovias. Isto porque a Prefeitura de Camaçari, por meio da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), executará a construção de três alças de acesso, sistema de drenagem, sinalização e a revitalização do viaduto existente no município. O projeto ainda prevê uma quarta alça a ser implantada pela Concessionária Bahia Norte.

Com um investimento superior a R$ 4,8 milhões, a obra trata-se da construção de três alças rodoviárias de retorno que vão ligar as referidas rodovias com a Avenida Industrial Urbana. São elas: a Alça Nordeste, que vai permitir aos veículos que trafegam no sentido Salvador/Camaçari através da Via Parafuso, possam acessar a Avenida Industrial Urbana; a Alça Sudeste, permitirá que veículos oriundos da Avenida Industrial Urbana possam acessar a Rodovia BA-335 (Via Parafuso) no sentido de Dias D’Ávila; e a Alça Sudoeste, permitirá aos veículos que seguem no sentido Dias D’Ávila/Salvador através da BA-335 (Via Parafuso), possam acessar a BA-531 (Estrada da Cascalheira), no sentido da orla do município.

A administração pública destaca que esta intervenção faz parte das melhorias promovidas na infraestrutura local, que tem como objetivo final a ampliação das alternativas de acesso à cidade, com mais agilidade, menos retenção e mais segurança para os motoristas que transitam pela localidade.

Nesta etapa de trabalhos está prevista a requalificação dos dois ramos existentes situados nas áreas nordeste e sudeste da interseção, e a construção de uma quarta alça rodoviária denominada Alça Noroeste, todos a serem realizados pela Concessionária Bahia Norte, e que, conjuntamente com as três alças a serem construídas pela prefeitura irão melhorar consideravelmente o tráfego da região, que se encontra em desenvolvimento da expansão urbana por ser uma via de acesso largamente utilizada pela população.

As alças projetadas terão uma largura de sete metros com duas faixas de tráfego destinadas à pista de rolamento e faixas de segurança em ambos os lados da pista com 30 metros cada, totalizando uma plataforma pavimentada com 7,60 metros de largura.

Vale lembrar, que juntas, a gestão municipal e a concessionária já realizaram a intervenção que resultou num novo sistema viário, já liberado ao tráfego de veículos. Fizeram parte das obras a construção de uma alça mais ampla que dá acesso à Via Parafuso (BA-535), para quem vem da Cascalheira; uma nova via que liga a Avenida Industrial Urbana com a Via Parafuso; e a requalificação de todo o trecho que dá acesso à Estrada da Cascalheira. De acordo com a Seinfra, o trecho foi recuperado numa extensão de 310 metros, além da implantação de um sistema de drenagem coletando as águas do talude.

FONTE: ASCOM CAMAÇARI

 
Chuva e mau tempo devem permanecer moderados nos próximos dias

Chuva e mau tempo devem permanecer moderados nos próximos dias

Camaçari amanheceu com chuva nesta quarta-feira (25/3). De acordo com o boletim da Defesa Civil, órgão vinculado à Secretaria dos Serviços Públicos (Sesp), a previsão para as próximas horas é de chuvas moderadas a fortes. Nesta quarta, o setor já recebeu 12 solicitações, entre sede e costa do município.

Entre as ocorrências estão três alagamentos registrados, no Nova Vitória, em Vila de Abrantes e Jauá. Resgate de um cavalo que caiu em um buraco, no bairro Parque Verde I, registro de duas árvores caídas, no centro da cidade e em Arembepe, estão entre as situações atendidas.

O órgão alerta que há riscos de alagamentos para as próximas horas, devido ao acúmulo de água. Contudo, sinaliza que toda equipe está de prontidão para atender aos chamados. “Nós estamos em alerta e em esquema de plantão para atender qualquer emergência, a fim de garantir a segurança da população e evitar riscos aos moradores”, afirmou Ivanaldo Soares, coordenador da Defesa Civil.

O gestor ressalta que as pancadas de chuva deverão continuar nas próximas horas, em Camaçari. A previsão é de céu parcialmente nublado com possibilidade de pancadas de chuva a qualquer hora do dia e da noite, com intensidade de fraca a moderada e com volume pluviométrico reduzido.

Ivanaldo reforça alguns cuidados que a população pode adotar a fim de evitar incidentes. “Pedimos que a população evite o descarte de lixo e materiais inservíveis na rua, encostas, canais ou córregos. Empresas ou mesmo pessoas físicas que estejam realizando alguma obra de construção e/ou reforma precisam, nesse período chuvoso, fazer a contenção do material para evitar que sejam levados para a rede pluvial”, pontuou.

A recomendação da prefeitura é que os munícipes fiquem em alerta e entrem em contato com a Defesa Civil imediatamente aos primeiros sinais de risco, como rachaduras, deslizamento de terra, alagamentos, ameaças de desabamento, entre outras situações, através do telefone 199, ou para o telefone fixo (71) 3622-7755 e celular corporativo (71) 98796-9858. O atendimento funciona em regime de plantão 24 horas e a ligação é gratuita.

 
Image
Fatoverdade acima de tudo, representa a honra no jornalismo.

Conteúdo Popular