Neymar é suspenso por dois jogos após briga no Campeonato Francês

Neymar é suspenso por dois jogos após briga no Campeonato Francês

O atacante Neymar foi punido com dois jogos de suspensão pela expulsão na derrota de 1 a 0 do PSG para o Olympique de Marselha, no último domingo (13), pela segunda rodada do Campeonato Francês. O brasileiro recebeu o cartão vermelho após o árbitro de vídeo (VAR) identificar um tapa do jogador no zagueiro espanhol Álvaro González durante confusão que marcou os minutos finais do clássico.

Os dois se desentenderam já no primeiro tempo, quando Neymar acusou González de racismo. O atacante disse ter sido chamado de “macaco filho da p...”. A comissão disciplinar da Liga de Futebol Profissional da França (LFP), na mesma nota em que confirmou a punição ao camisa 10 do PSG, informou que investigará o caso envolvendo o zagueiro.

Ainda segundo o comunicado, Neymar será suspenso por mais um jogo se tiver algum problema disciplinar nas próximas 10 partidas na França. O volante Leandro Paredes, também do PSG, recebeu a mesma pena. Já o atacante Ángel Di Maria, outro companheiro de time do brasileiro, foi convocado para a próxima reunião da comissão disciplinar, em 23 de setembro. Ele é investigado por ter cuspido em direção a González.

A punição mais pesada foi dada ao lateral Laywin Kurzawa, mais um do PSG, pela briga com o também lateral Jordan Amavi, que gerou a confusão generalizada da etapa final. Kurzawa recebeu seis jogos de suspensão, três a mais que Amavi, do Olympique. Ao atacante Dario Benedetto, do time de Marselha, também envolvido na discussão, a penalidade foi de uma partida.

Apesar dos desfalques, o atual vice da Liga dos Campeões conquistou a primeira vitória na edição 2020/2021 do Campeonato Francês. Nesta quarta-feira (16), com Neymar na torcida, o PSG derrotou o Metz por 1 a 0, no Parque dos Príncipes, com gol do meia Julian Draxler nos acréscimos da etapa final.

Revolta pelas redes

Não foi só em campo que Neymar esbravejou contra González. “Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca”, escreveu o camisa 10, no Twitter, logo após a partida. O brasileiro também desabafou contra a arbitragem, que teria sido conivente com o zagueiro.

“[O] VAR pegar a minha 'agressão' é mole. Agora eu quero ver pegar a imagem do racista me chamando de 'mono hijo de p... [macaco filho da p..., em espanhol]. Isso eu quero ver! E aí? Carretilha você me pune. [Por] cascudo, sou expulso. E eles? E aí?”, disse o atacante em referência a um cartão amarelo que levou em fevereiro após reclamar de ser repreendido por tentar uma jogada de efeito. O árbitro daquele jogo foi o mesmo de domingo: Jérôme Brisard.

González se defendeu, também pelo Twitter. “Não há lugar para racismo. [Tenho uma] carreira limpa e com muitos colegas e amigos no dia a dia. Às vezes, você tem que aprender a perder e assumir isso em campo. Incríveis três pontos hoje”, escreveu o espanhol, que foi rebatido por Neymar: “Você não é homem de assumir teu erro, perder faz parte do esporte. Agora insultar e trazer o racismo pra nossas vidas não. Eu não estou de acordo. Eu não te respeito. Você não tem caráter. Assume o que tu fala, mermão. Seja homem, rapá! Racista!”.

Já na segunda-feira (14), o PSG divulgou um comunicado dando apoio a Neymar, afirmando que “não há lugar para o racismo na sociedade, no futebol ou nas nossas vidas e apela a todos para que se manifestem contra todas as manifestações [de racismo] em todo o mundo”.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

 
Após sair atrás, Grêmio empata com Fortaleza em Porto Alegre

Após sair atrás, Grêmio empata com Fortaleza em Porto Alegre

O Grêmio reagiu, mas não conseguiu sair vitorioso neste domingo (13). Após desvantagem no placar, o tricolor gaúcho empatou em 1 a 1 na Arena do Grêmio, contra o Fortaleza, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda sem conseguir emplacar duas vitórias consecutivas na competição, os gaúchos estacionaram no meio da tabela, na décima posição, com 12 pontos conquistados em nove jogos disputados. Já o Leão do Pici é o nono colocado com a mesma quantidade de pontos do adversário deste domingo, mas com um jogo a mais.

Apesar de jogar fora de casa, o Fortaleza foi o primeiro a assustar, aos 2 minutos. Pelo lado direito, Osvaldo arriscou, provocando a defesa do goleiro Vanderlei. Aos 16 não teve jeito, Osvaldo balançou a rede do adversário. O atacante cruzou para David, que não conseguiu desviar, mas a bola foi direto para o gol, surpreendendo o goleiro Vanderlei.

Depois de estar atrás no marcador, o tricolor gaúcho respondeu com Alisson, que recebeu passe de Diego Souza. Cara a cara com o goleiro Felipe Alves, ele sofreu bloqueio do defensor. No restante da primeira etapa, a equipe comanda por Renato Portaluppi teve dificuldade de furar o ferrolho imposto pelo Leão do Pici.

Após o intervalo, os gremistas foram felizes. Logo aos 2 minutos, Everton sofreu pênalti, após empurrão do colombiano Quintero. O atacante Diego Souza bateu e empatou o jogo. Aos 25 minutos foi a vez de o árbitro Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG) intervir aplicando dois cartões vermelhos. O atacante Luiz Fernando, do Grêmio, e o lateral-direito Gabriel Dias, do Fortaleza, foram expulsos após discussão áspera. Os donos da casa continuaram pressionando. Aos 40 minutos o colombiano Orejuela marcou de cabeça, mas estava impedido. Depois disso, o Fortaleza conseguiu segurar o empate fora de casa. Grêmio 1, Fortaleza 1.

O Grêmio terá que dar uma pausa no Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso será pela Copa Libertadores da América. O jogo marcará o retorno do tricolor gaúcho à competição continental, que foi suspensa em março devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Os gremistas vão duelar fora de casa, no San Carlos de Apoquindo, contra o Universidad Católica (Chile), na quarta-feira (16), às 21h30 (horário de Brasília).

Pelo Brasileirão, o confronto da próxima rodada será em casa, na Arena do Grêmio. O time do técnico Renato Gaúcho duelará com o Palmeiras, no domingo (20), às 16h. Já o Fortaleza terá a semana livre pela frente para treinar. A partida seguinte será contra o Internacional, no Castelão, em Fortaleza, no sábado (19) às 19h.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

 
Corinthians e Fortaleza empatam e seguem na parte de baixo da Série A

Corinthians e Fortaleza empatam e seguem na parte de baixo da Série A

Corinthians e Fortaleza entraram em campo nesta quarta-feira (26) podendo dar um salto na tabela e se aproximar da zona de classificação à Libertadores. O empate por 1 a 1 na Arena do Timão, que encerrou a quinta rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, manteve alvinegros e tricolores na metade de baixo da tabela.

As duas equipes foram a cinco pontos. Pelo saldo de gols, o Corinthians ocupa a 12ª posição, enquanto o Fortaleza é o 14º. Entre eles está o Red Bull Bragantino, com o mesmo saldo do Leão (-1), mas tendo balançado mais vezes a rede que os cearenses (seis a quatro).

Em um primeiro tempo sem emoções, as únicas chances foram do Corinthians. Aos sete minutos, o atacante Léo Natel avançou pela esquerda, cortou para dentro e bateu colocado, forçando Felipe Alves a espalmar com a ponta dos dedos para escanteio. Aos 15, o lateral Fagner recebeu uma bola invertida pelo também lateral Sidcley e bateu de primeira, parando outra vez no goleiro do Leão.

O desenho da etapa final era o mesmo da inicial até os 18 minutos, quando o Fortaleza, que estava quietinho, compactado na defesa, saiu na frente. Acostumado a estar na grande área para finalizar, desta vez o centroavante Wellington Paulista cruzou pela esquerda e o meia Romarinho se antecipou à zaga para abrir o placar. Um gol para dar mais ânimo à partida.

Quatro minutos depois, em uma mesma jogada, o zagueiro Danilo Avelar e o meia Luan acertaram a trave. Mas, aos 30, Luan teve melhor sorte. A zaga do Leão afastou mal e a bola caiu nos pés do meia do Corinthians, que acertou uma bomba da meia-lua, de primeira. As jogadas do atacante Yuri César deixaram o Fortaleza mais perto do segundo gol, mas o time cearense pecou na pontaria.

O Fortaleza volta a campo sábado (29), às 21h (horário de Brasília), contra o Bragantino, na Arena Castelão. Já o Corinthians, no domingo (30), tem o clássico diante do São Paulo, às 11h (horário de Brasília), no Morumbi.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

 
Série B: América e Avaí vencem, enquanto CRB empata

Série B: América e Avaí vencem, enquanto CRB empata

Pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, América-MG e Avaí venceram, respectivamente, CSA-AL e Operário-PR. Os jogos aconteceram na tarde desta quarta-feira (2). À noite, CRB-AL e Sampaio Côrrea empataram em 2 a 2 no Rei Pelé.

Em Belo Horizonte, no Estádio Independência, o Coelho chegou ao terceiro triunfo consecutivo e alcançou o G-4 da competição. O time do técnico Lisca abriu o marcador com um gol contra de Luciano Cástan aos 32 do primeiro tempo. Ele tentou recuar de cabeça para o goleiro e acabou encobrindo o companheiro. Logo no início da segunda etapa, aos 4, os alagoanos do recém-contratado Argel Fuchs chegaram ao empate com Rodrigo Pimpão. Dez minutos depois, Messias recolocou os mineiros na frente. Com dois jogos a menos, os azulinos entraram na zona do rebaixamento.

Na Ressacada, em Santa Catarina, o Operário-PR chegou como invicto, mas acabou conhecendo a primeira derrota no torneio para o Avaí por 2 a 0. Os gols do Leão da Ilha nasceram no primeiro tempo com Pedro Castro e Daniel Amorim. Foi a segunda vitória consecutiva do técnico Geninho, que vai domingo (5) até a Arena Condá encarar a Chapecoense.

Em Maceió, o CRB deixou escapar a vitória no final da partida. Os maranhenses empataram com o zagueiro Joécio aos 38 minutos do segundo tempo. Os visitantes saíram na frente com Marcinho, mas depois levaram a virada com os gols de Igor e Bill pelo Galo.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

 
Vasco vence Ceará e vai à liderança do Brasileirão

Vasco vence Ceará e vai à liderança do Brasileirão

O Vasco é o novo líder do Campeonato Brasileiro. A equipe carioca venceu o Ceará por 3 a 0 e pulou na dianteira da tabela, com os mesmos nove pontos do Internacional, mas com melhor saldo de gols. Apesar de um jogo a menos, o time do técnico Ramon Menezes venceu a terceira partida consecutiva nesta quinta-feira (20) em Fortaleza. O próximo adversário dos cruzmaltinos, no domingo (23), será o Grêmio, em São Januário. Nos outros dois jogos da rodada realizados nesta noite o São Paulo empatou em 1 a 1 com o Bahia, enquanto o Santos derrotou o Sport por 1 a 0.

Na Arena Castelão, os donos da casa começaram melhores, mas o primeiro tempo terminou sem gols. Na segunda etapa, a tônica se repetia até que os visitantes abriram o placar, aos 22, com Germán Cano. O Vasco ampliou com um lindo chute de fora da área de Fellipe Bastos 10 minutos depois. Já no final da partida, nos acréscimos, Ribamar, que havia acabado de entrar no lugar do artilheiro argentino, fechou o placar e catapultou o Gigante da Colina ao topo da classificação.

No Morumbi, o duelo dos tricolores terminou sem vencedores. Os baianos saíram na frente com Rossi, aos 20 do primeiro tempo. Minutos antes, Gilberto perdeu um pênalti, defendido pelo goleiro Tiago Volpi. Na segunda etapa, o técnico Fernando Diniz colocou Luciano para estrear com a camisa são-paulina. Aos 39, o atacante correspondeu as expectativas, empatando de cabeça.

Quem também está subindo na tabela é o Santos. Jogando fora da Vila, na Ilha do Retiro, em Recife, o Peixe superou o Sport por 1 a 0. O gol do triunfo do Alvinegro praiano veio dos pés de Marinho, aos 30 do segundo tempo. A equipe de Cuca saltou para a quinta posição do campeonato e enfrenta o Palmeiras, ao meio-dia de domingo, na próxima rodada do Brasileirão.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

 
Image
Fatoverdade acima de tudo, representa a honra no jornalismo.

Conteúdo Popular